Em setembro de 2021 resolvemos colocar uma ideia em prática em conhecer Nobres MT e de avião. Despachamos tudo o que íamos usar: barraca, colchão, roupa de cama e outras coisinhas.
Então bora lá, pegamos o avião em São Paulo e fomos até Cuiabá onde alugamos um carro e partimos conhecer a agência Nobres Turismo, responsável pelo nosso roteiro impecável e buscar todos os vouchers dos passeios, assim como Bonito MS os passeios tem que ser fechados através de uma agência e agendado.
A Nobres Turismo organizou nossos passeios do dia 25 ao dia 28 de setembro, com ao menos 2 passeios por dia e nossa estadia neste tempo foi no Camping do Josias. O Camping possui uma área para barracas na areia, um quiosque coberto de apoio ao campista, piscina, banheiro feminino e masculino, restaurante e quem preferir também tem chalés, ele é muito bem localizado, fica bem pertinho de todos os atrativos turísticos e também da Vila de Bom Jardim que tem bares, restaurantes, supermercados, farmácia, ou seja, tudo o que precisamos, por este motivo não precisamos ir até a Cidade de Nobres nenhum dia.

Bom, vamos lá, nosso primeiro dia de passeio fomos no Reino Encantado e na Lagoa das Araras.
No Reino Encantado fizemos a visitação na nascente e a flutuação. A visitação e o mergulho em superfície é onde nasce o Rio Salobra que possui mais de 600 nascentes (ressurgências). Durante a flutuação não é permitido colocar os pés no chão para a preservação delas. Aproveitamos que o local tem restaurante e já almoçamos por lá mesmo.

Segunda parada do dia foi na Lagoa das Araras, um local lindo repleto de Buritis onde fizemos a contemplação do lugar e após o por do sol as araras foram chegando e deram um show a parte.

Dia 26 fomos até a Cachoeira Serra Azul, Balneário Estivado e no Mirante do Cerrado.
A Cachoeira Serra Azul possui 46 metros de altura e um poço de seis metros de profundidade e 30 metros de diâmetro. No local é feito a visitação e o mergulho em superfície, e próximo à cachoeira é feito o tirolesa, que tem 50 metros de altura e 700 metros de descida. Para conhecer este atrativo é bom estar disposto, pois é preciso subir e descer cerca de 470 degraus de escadaria. Mas fica a dica: vale super a pena!

Depois da cachoeira, fomos curtir e relaxar no Balneário Estivado, o balneário possui águas cristalinas e cardumes de peixes como Dourados, Piaus e Piraputangas. No local tem uma lanchonete bem legal onde serve algumas porções e uma cerveja bem gelada. Ah! cuidado com suas coisas, pois quando você menos espera um macaco surge e pega tudo. Como o rio tem água natural e cristalina , sem correnteza torna o lugar ideal para a criançada fazer a festa.

Fim da tarde fomos curtir o Mirante do Cerrado, no mirante do cerrado tem uma piscina com borda infinita em formato de peixe linda. Um lugar ótimo para passar a tarde, e o interessante é que o passeio fica aberto a noite também, piscina iluminada, aquecida e um restaurante a disposição para servir os clientes.

A noite jantamos no Camping do Josias que serve uma comida maravilhosa e não podíamos deixar de provar o famoso Pacu recheado.

Dia 27 fomos fazer uma flutuação no Aquário Encantado e a tarde no Refúgio água Azul.
O Aquário Encantado possui seis metros de profundidade e é formado por três nascentes. O nome do atrativo se deve a coloração azul e pela presença de peixes coloridos, como o peixe Mato Grosso, e também pela semelhança com um aquário, já que é cristalino e fechado. Durante a flutuação não é permitido colocar os pés no chão para evitar que a água fique turva.
Aproveitamos para almoçar lá e dar uma descansada para o próximo atrativo.

A tarde partimos para o Refúgio Água Azul, ele possui 3 áreas para banho além de uma tirolesa super legal que para na água.

Nos dias em que não jantamos no Camping do Josias fomos até a Vila para comer no Restaurante do Luquinhas, que amamos, pois tem um preço justo e várias opções, desde pratos, porções, lanches, pizzas e panquecas.

Dia 28 pra fechar com chave de Ouro fizemos o bóia cross no Duto do Quebó, a Ponte de Pedra e a flutuação no rio Triste.
O Bóia Cross no Duto do Quebó tem 1.800 metros de correnteza e durante o caminho o rio atravessa dentro de uma  caverna escura, onde enxergamos com lanternas e é muito emocionante.

Saindo do Bóia Cross, no caminho de volta paramos para conhecer a Ponte de Pedra que ao passar com o carro você nem imagina que é uma pedra imensa que forma uma caverna em baixo. Descemos e atravessamos pela água dentro da caverna.

Pra finalizar nossos passeios fomos até o Rio Triste fazer uma flutuação, a descida pelo rio de 1.200 metros dura em trono de 1 hora e além dos peixes maravilhosos que vimos este rio tem uma particularidade, nele podemos flutuar e observar bem de perto as arraias e isso nos encantou.

Dia 29 foi o dia de desmontar acampamento e seguir para a Chapada dos Guimarães, mas isso você confere no próximo post.
Nobres deixou um gostinho de quero mais, sua belezas ficaram pra sempre registradas em nossa memória.