A primeira vez que acampamos na Gruta foi em 2008, chegamos a noite sem saber ao certo onde montar a barraca, vimos um local coberto que segundo a portaria podíamos montar lá e foi lá que fixamos nossa moradia.

Na madrugada começamos a ouvir uns galos a cantar, galinhas ciscar, pavão gritar… Pensei, meu Deus onde estamos? Saímos da barraca e a surpresa: atrás desse local havia um galinheiro. Porém, não mudamos o local porque era bastante cômodo, coberto com mesa e banco e pia ao lado.

Logo pela manhã saímos para conhecer o camping e no céu bem acima de onde estava nossa barraca era onde o pessoal saltava de paraglider, tinham muitos deles, era lindo de ver. Com isso, fomos conhecer a pista onde saltavam e lá o Lelis começou a me atormentar que queria saltar e eu sempre negando, até que um dos instrutores passou o maior perrengue quando uma térmica veio e fechou metade do paraglider durante a saída e quase foi atirado contra a montanha. Após esse susto o Lelis sossegou um pouco e fomos embora.

Na manhã de domingo fomos dar uma volta em São Pedro e saborear uma das delícias da doceira Zuleikas. Quem for até lá não deixe de conhecer vale mega a pena cada caloria.

Bom essa foi nossa primeira aventura na Gruta, espero que tenham gostado.

Texto: Raquel Martins. Fotos: Thiago Lelis e Raquel Martins.