Após 11 horas e 30 minutos e 1100km rodados em estradas bem conservadas (ficamos surpresos) chegamos no fim da tarde ao nosso destino, o Camping Nômadas na cidade de Bonito (MS). Fomos recepcionados pelo Henrique que nos apresentou os cachorrinhos (Tutu, Tomatinho e Pituca), a estrutura. O camping tem ótima estrutura com chuveiros quentes e também duchas geladas, cozinha comunitária com fogão, geladeiras, freezer, panelas, pratos, talheres e copos. Tem vários pontos de energia elétrica e opção de chalé para locação. A decoração e as construções são únicas e todas feitas pelas próprios donos que são artesãos e cuidam de tudo com muito amor, carinho e dedicação.

A noite fomos passear pelas ruas da pequena cidade que tem cerca de 20 mil habitantes e respira turismo!

Antes de viajar fechamos um pacote de passeios para 7 dias com a Bonito Way para visitar algumas das principais atrações da região e partimos realizar mais esse sonho! A cada passeio ficávamos mais vislumbrados com o que víamos. Tudo é muito bem organizado e preservado, e a Bonito Way nos ajudou em tudo o que precisamos e nos atendeu com maestria. Obrigada pela confiança e parceria Bonito Way!

 Abaixo segue nosso roteiro de passeios e também gastronômico!

1º dia
Cachoeiras Serra da Bodoquena
Uma excelente opção pra quem busca aventura e total contato com a natureza, além de de curtir as deliciosas cachoeiras. No percurso de 2.500 metros, o visitante irá desfrutar de oito paradas para banho, com belíssimas cachoeiras e piscinas naturais do Rio Betione.O passeio conta ainda com um diferencial incrível: um extenso balneário (área de banho) completamente gramado, com tirolesa, quiosque com bar, cadeiras para descanso, quadra de vôlei de areia para uso exclusivo dos visitantes. Após esse ponto, tem início um passeio de bote num percurso de 2 km, com parada para banho na última cachoeira, que é um espetáculo à parte, com suas águas rasas e cristalinas. Em seguida, ocorre a descida através do leito do rio até retornar ao balneário, onde será possível aproveitar o local antes de voltar para a sede da Fazenda, que se encontra a apenas 400 metros de distância. Tivemos a oportunidade de conhecer também uma pequena gruta de beleza grandiosa.

Jantar: Bonito Beer
O Bonito Beer é a primeira e única loja/bar dedicada à cervejas especiais em Bonito/MS. Tivemos o prazer de degustar alguns rótulos da região escolhidos a dedo pelo proprietário Gustavo. Todas deliciosas, porém a queridinha foi uma Wit Beer de Guavira, que é uma fruta do cerrado que chega a ter 20 vezes mais vitamina C que a laranja e sabor característico.

2º dia
Descida de Bote no Rio Formoso e Day Use EcoPark Porto da Ilha
Num percurso de 4km o bote passa por três cachoeiras diferentes e uma corredeira.
Durante o passeio é possível avistar pássaros e alguns animais silvestres às margens do rio. Chamado de Rafting em nível leve. São corredeiras e pequenas cachoeiras com o objetivo de desbravar um curso d’água em um bote inflável em grupos conduzidas por um monitor. Ao final o desembarque é realizado no Balneário Porto da Ilha e você pode aproveitar ainda mais as belezas do Rio Formoso.

 

Jantar: Allegra Gelato e Café
O Allegra é um daqueles lugares encantadores, decoração super alegre e espaço convidativo. Em nosso jantar pudemos apreciar os deliciosos waffles salgados que são incríveis, além do Croque Monsier (um prato típico francês: pão tostado, muito queijo, presunto, um delicioso molho bechamel,  um ovo frito por cima e ‘voilá’). E nesse lugar  é impossível sair sem a sobremesa que conta com inúmeros waffles doces e um gelato incomparável por cima.

3º dia
Flutuação no Rio Sucuri e Day Use no Balneário Monte Cristo
Começando com uma leve caminhada por mata ciliar chegamos a nascente do Rio Sucuri, uma surpreendente visão a partir do mirante elevado sobre as águas cristalinas. Ficamos emocionados com tamanha beleza.
Ao chegar no final desta trilha, o visitante recebe todas a instruções e equipamentos necessários para iniciar a flutuação de aproximadamente 50 min por 1900 metros de águas cristalinas do Rio Sucuri, observando várias espécies de peixes como: Piraputangas, Curimbas, Piaus, Cascudo e Dourados, além de uma diversidade de plantas aquáticas. A transparência de suas águas permite ao visitante a visão sub-aquática de vários metros de distância devido a composição calcária das rochas onde nasce o Rio Sucuri.

Após a flutuação fomos passar a tarde no Balneário Monte Cristo e ficamos boquiabertos com tamanha beleza, as margens do rio de águas cristalinas, muitas piscinas de água corrente e natural ,além das cachoeiras. Fizemos também uma trilha para visitar a Sucuri que mora ali mesmo e não é que a bonitona estava lá, pronta para ser fotografada. Vimos também um Tamanduá Bandeira mas não deu tempo de fotografa-lo!

Jantar: O Casarão
No centro de Bonito pudemos experimentar o tão falado Jacaré Pantaneiro (carne de jacaré grelhada ao molho feito a base de leite de coco, creme de mandioca, tomate e cebola), um prato muito saboroso e diferente. Provamos também o Pintado à dorê com banana da terra, de comer rezando! O atendimento é nota 10 e o ambiente muito agradável.

4º dia
Grutas de São Miguel e Gruta do Lago Azul
O acesso a gruta de São Miguel, que fica situada na Reserva Natural Parque Ecológico Vale Anhumas, é feito por uma trilha suspensa em meio ao cerrado, possibilitando uma caminhada sob as copas das árvores. A vista fica ainda mais incrível na chegada ao mirante, que permite uma visão panorâmica da belíssima região. Chegando na Gruta o trajeto feito em meio as Estalagtites, estalamites e travertinos surpreende a todo momento.


A Gruta do Lago Azul é um passeio totalmente contemplativo e sua importância histórica torna a experiência ainda mais impressionante! São 300m de caminhada até a entrada da caverna. Após uma escadaria de aproximadamente 12 andares é possível avistar um lago que encanta pelas águas de tons intensamente azulados e belíssimos espeleotemas emoldurados há milhares de anos.
Ambas as grutas são passeios que não podem ficar de fora de seu roteiro.

Jantar: Turquesa Árabe e Natural
Um mimo de lugar, nos apaixonamos logo na chegada, além do lugar ser lindo o João e a Érica (proprietários) são muito especiais. Um lugar para vegetarianos, veganos, carnívoros e degustadores de boa comida, esse é o Turquesa.  Em nosso jantar saboreamos um menu degustação onde tivemos a oportunidade de provar quase todo o cardápio e sair de lá felizes com tamanha gostosura. Além dos sucos naturais e chás e muito saborosos.

5º dia
Como choveu, passamos o dia todo no camping baixando as fotos e aproveitamos para fazer uma bela macarronada!
Jantar: Restaurante Encontro das Águas
O restaurante pertence ao Hotel Águas de Bonito mas atende hóspedes e turistas em suas dependências. Serve pratos deliciosamente saborosos feitos com o sabor regional do Mato Grosso do Sul e técnicas internacionais o que torna cada um deles único. Saboreamos dois risotos que será difícil esquecer o sabor, uma verdadeira explosão de sabores.

Voltamos em um outro dia para participar as 16:30hs da Merenda Pantaneira que se inicia com o tocar do berrante e no restaurante são servidas várias opções de comidas típicas.

6º dia
Day Use no Balneário Ilha Bonita e Projeto Jibóia
Logo pela manhã fomos no balneário que fica às margens do rio Formoso conhecido pelas águas cristalinas, oferecendo  aos visitantes total harmonia com a natureza. Infelizmente no dia que fomos havia chovido demais no dia anterior então as águas estavam turvas. O que não ocorria antigamente, porém o desmatamento das matas ciliares acarreta o desmoronamento das beiradas e torna a água turva. Considerada a maior ilha de Bonito, o balneário é formado por matas verdes, cachoeiras, piscinas naturais e uma biodiversidade acolhedora. Sua estrutura conta com restaurante, quadra de vôlei e futebol de areia, salão de jogos, quiosques com churrasqueira e redário. É um ótimo lugar para passar o dia com a família e amigos, junto dos macacos, araras e tucanos flagrados em seu ambiente natural.

A noite fomos conhecer o Projeto Jibóia onde normalmente as palestras são ministradas pelo Henrique Naufal, porém nesse dia teve um contratempo e quem estava presente era sua assistente muitíssimo simpática. No projeto você assiste a uma divertida e educativa apresentação sobre a Jibóia e o universo das serpentes. Desde 2005 a ideia é que o visitante conheça melhor os hábitos alimentares e, principalmente, de relacionamento destes animais para ter uma nova percepção e quebrar possíveis paradigmas.

O final é o mais aguardado, pois é o contato com a Jibóia, ou seja, com ela enrolada em você o visitante pode fazer algumas fotos. É realmente incrível!!!

Jantar: Juanita Restaurante
Ambiente familiar e muito agradável. O prato principal da casa é o Pacú na Brasa. O peixe é feito na churrasqueira, espalmado e sem nenhum espinho com um sabor (sem exagero) nunca provado antes, inacreditável de tão bom. Faz jus a fama. Fomos conhecer a cozinha do restaurante juntamente com a D. Juanita que é a proprietária do local.

7º dia
Flutuação na Nascente Azul e Gruta de São Mateus
A Flutuação feita na Nascente Azul é inesquecível, o acesso é feito por uma trilha de fácil acesso em meio a mata mata ciliar, pela longa cachoeira de tufas calcárias e uma micro central elétrica que funciona desde a década de 50, responsável pelo fornecimento de energia elétrica para a fazenda. Após a ambientalização feita no rio, com um leve treinamento realizado pelo guia os turistas são direcionados para a contemplação da Nascente Azul onde ocorre um fenômeno natural chamado espelhamento, onde a água reflete um tom azul turquesa pouco visto fora da natureza. Graças às condições privilegiadas o turista tem a oportunidade única de realizar um mergulho livre. Após a exploração da nascente, inicia-se uma tranquila e divertida descida pelo Rio Bonito. Por ser um rio relativamente largo e ter pouca correnteza, favorece muito as atividades de flutuação, tanto para veteranos quando para iniciantes. Após essa incrível experiência aproveitamos um pouco da tarde no Balneário ali mesmo chamado de Lago da Capela, um espaço delicioso com bar e restaurante, prainha natural, cascata para banho, tirolesa no lago além de uma capela ecumênica para reflexão. Tudo muito lindo e bem cuidado.

Pela tarde fomos conhecer a Gruta de São Mateus, logo na chegada já adoramos o casarão antigo com arquitetura belíssima. Na entrada passamos por um museu e no andar de cima alguns animais taxidermizados. A trilha de fácil acesso se inicia com uma ponte suspensa e em seguida mais ou menos 1300 metros de trilha até a entrada da gruta. A gruta fica em baixo da terra literalmente 90 metros de profundidade abaixo de toneladas de rochas.  A grandiosidade e a beleza de seus salões repletos de formações rochosas diversificadas, como estalactites, estalagmites, coraloides, cortinas e colunas com cores diferenciadas é maravilhoso.

 Jantar: Taboa Ateliê, Bar e Restaurante
O Taboa é um restaurante bem tradicional de turistas na cidade. Primeiramente fomos conhecer a fábrica de encantos Taboa, um passeio onde o turista é convidado a conhecer as etapas de produção da Taboa, um pouco das ervas aromáticas utilizadas na produção da bebida, o trabalho artesanal do revestimento das embalagem em fibra de taboa, o projeto de criação artesanal de produtos feitos em cerâmica e argila por jovens moradores locais e no final a DEGUSTAÇÃO das cachaças. Muitos sabores e uma delícia de passeio.


Após fomos jantar no restaurante que fica a 700 m e conta com um cardápio bem variado de pratos e bebidas, além de ser bastante inusitado e convidativo para deixar sua marca nas paredes do lugar. Provamos a famosa Caipitaboa, que é uma caipirinha feita com a cachaça taboa tradicional, a moqueca à moda Taboa e um filé de Pintado com molho urucum delicioso.

8º dia
Trilhas pela Estância Mimosa
Um mimo de lugar, fomos para fazer a trilha que passa por 8 belíssimas cachoeiras e passamos quase o dia todo.  A trilha que se percorre é de 2.800 m observando as aves, diferentes espécies de animais além de uma vasta variedade de árvores. Logo na chegada já ficamos apaixonados pelos jacarés do lago e as famílias de capivaras. E essa paixão pelo local continuou em cada cachoeira que conhecíamos:
1. Cachoeira do Mutum: É uma cachoeira que próxima a escada é rasa, porém tem um lago que pode chegar a 2 metros de profundidade. A queda d’água é uma delícia, todos conseguem ficar de pé, pois há rochas fáceis de apoiar.
2. Cachoeira do Salto: Para quem gosta de emoção, ao lado da cachoeira está localizada uma plataforma de salto de 6 metros de altura.
3. Cachoeira do Desejo: O lago de banho desta cachoeira é fundo e pode chegar a 2 metros, porém é possível ficar em pé em toda a queda d’água. Ahhh e o desejo tem que descobrir indo pra lá! rsrsrsrsrs
4. Cachoeira do Saí- Andorinha: Hidromassagem natural. Essa é a cachoeira mais rasa é fácil de chegar em todas as quedas de água.
5. Cachoeira do Sol: Esta é a cachoeira com a mais alta queda d’água e uma gruta magnífica em baixo das rochas, podendo ser observado uma água surreal com um reflexo de luz verde debaixo para cima.
6. Cachoeira da Água Doce: Cachoeira com profundidade média, sua queda d’água é de fácil acesso podendo ficar sentado ou em pé embaixo da água. Além de ser uma cachoeira de aproximadamente 4 metros de largura.
7. Cachoeira do Surucuá: Neste trecho será feito um agradável passeio de bote “chalana da mimosa”, aqui terá um colaborador que irá remar o bote, mas se alguém se propor também poderá ajudar e ter uma experiência ainda mais divertida.
8. Cachoeira do Sinhozinho: Linda cachoeira que abrange toda a margem do rio. As quedas d’água são de fácil acesso, há também rochas que acomodam o visitante sentado ou em pé na água.

Renovados com tantas belezas naturais, fomos saborear a comida maravilhosa feita no fogão a lenha e as sobremesas deliciosas que só tem lá, e claro, não fomos embora sem trazer pra casa o doce de leite INCRÍVEL.

 Jantar: Zapi Zen
E pra fechar com chave de ouro esse passeio inesquecível fomos ao Zapi Zen um restaurante em Bonito que serve pizzas e wraps. Ao chegar você já sente a vibe positiva do lugar, um lugarzinho charmoso e que te “abraça” saboreamos pizzas assadas na chapa e tem como opção a massa branca ou integral, com diversos sabores de recheio, busca conscientizar as pessoas de que até mesmo a pizza pode ser consumido de maneira mais leve e saudável. Se quiser dicas, lá vai, como estavamos em 4 pessoas pedimos:
BONITO (Mussarela, carne de sol desfiada, abóbora grelhada e requeijão)
HIMALAIA (Mussarela, gorgonzola, champignom, tomate seco, rúcula e orégano)
MANTIQUEIRA (Mussarela, frango desfiado, queijo branco, creme de cebola agridoce e orégano)
PATÂGONIA (Mussarela, abobrinha grelhada, queijo branco, azeitonas e castanhas)
Uma delícia de lugar, uma delícia de papo e Pizzas DELICIOSAS!

 Obrigada Bonito por todo acolhimento e lembranças que levaremos para sempre, dizer que tudo em Bonito é maravilhoso pode até parecer exagero, mas não há outra forma de definir essa parte do Brasil.

Resumo da Viagem pelos Amigos do Por aí de Barraca (Veri e Dadão)

Share This