Há um tempo que não íamos até São Pedro, e quando ficamos sabendo do Eco Park Camping São Pedro decidimos voltar e matar a saudades no feriado de Corpus Christis. Chegamos no camping na manhã de sexta-feira montamos acampamento e fomos dar uma volta para conhecer toda estrutura do camping. O espaço é muito legal, e bem cuidado, conta com área gramada para montar barracas, banheiros feminino e masculina com duchas quentes, cozinha comunitária com 2 geladeiras, 2 foões, 2 pias, mesas, cadeiras e alguns utensílios de cozinha, tanque para lavar roupas, além de quadra de vôlei de areia, restaurante e algumas opções de esportes de aventura como o rappel e tirolesa.

Tudo organizado fomos conhecer a Cachoeiras da Furna, a trilha que leva a cachoeira é em torno de 30 minutos de caminhada e é necessário ir de tênis, pois toda a trilha é feita no leito do rio com alguns pedaços com pequena escalaminhada. Como é epoca de pouca chuva estava com pouca água, mas valeu muito o role.

O bacana desse local é que não é só a cachoeira que agrada, a pousada conta com restaurante aberto ao público e como voltamos da cachoeira próximo ao horário do almoço aproveitamos para saborear aquela comidinha da fazenda que não tem como resistir.
Além disso o espaço possui 2 piscinas, sendo 1 aquecida; Cavalgada ecológica em meio as trilhas da fazenda; Lago com pesque-solte;  Espaço para recreação infantil (playground); Área de descanso com redes; Campos gramados para a prática de vôlei e futebol e Jipe Radical.

Após um almoço delicioso voltamos ao camping para dar uma descansada nas redes e mais tarde partimos atrás de um local para ver o por do sol. Paramos em um dos mirantes da serrinha de São Pedro e saboreamos o incrível queijo Alagoa e a Salsa Mogiana que ganhamos do pessoal do O Mió do Queijo acompanhados de uma cervejinha! O por do sol foi espetacular!
A noite ficamos no camping curtindo a fogueira.

No sábado acordamos cedo e aproveitamos o dia ensolarado para conhecer alguns atrativos da região. Nossa primeira parada foi na rampa de voo livre, mas dessa vez não tinha ninguém voando, nos disseram que o vento não estava bom naquele dia, então curtimos o visual que é incrível. Saindo de lá paramos no Mirante do Cristo onde fizemos uma pequena trilha que leva até os pés do Cristo de onde se tem uma bela vista da cidade. Para fechar o roteiro da manhã fomos conhecer a Cachaça Da Diretoria, que bidestila a cachaça que permanece 18 meses em tonéis de carvalho tornando o sabor mais suave.

Na hora do almoço fomos em um dos restaurantes mais tradicionais da cidade bem no centro de São Pedro: Restaurante Brasserie, que desde 1979 conta com buffet self service e á la carte. Ficamos encantados com tamanha variedade em saladas e acompanhamentos, sem falar do sabor.

Em frente ao restaurante tem um espaço muito bonito chamado Parque Maria Angelica, que  possui pista para caminhada de 550 metros, um grande lago, parque infantil, bosque, área para piquenique, fonte de água mineral e uma capela de Nossa Senhora de Lourdes. Abriga também um quiosque com artesanatos. Um delicioso lugar para curtir umas horinhas de paz.

A Raquel é doida em doces e fomos então conhecer a famosa Zuleika’s Doces, e podemos dizer de boca cheia (literalmente, rsrsrs) que é a melhor doceria que já fomos. Em frente a praça da cidade o espaço fica cheio a toda hora, um entra e sai danado. Um espaço muito acolhedor, com pessoas muito simpáticas e claro a Dona Zuleika, uma senhorinha extremamente agradável que até hoje está a frente das gostosuras desse lugar. Pra começar tomamos um cafezinho e nossa primeira doçura foi o carro chef da casa: Bolo Rigoleto!
Podemos dizer que vamos tentar explicar o inexplicável, o bolo rigoleto é único, sua massa depois de assada é batida com mais 3 tipos de chocolate e isso tudo coberto com uma camada de leite condensado cozido que fica dos Deuses (difícil viver distante dele agora).
Mas não paramos por aí, afinal não sabemos quando vamos voltar, a outra delícia foi um pavê de sonho de valsa (meio preto e meio branco) e pra fechar com glórias a bomba de chocolate que é sacanagem…ta mais pra uma dinamite, ela é enorme e com tanto recheio, que de verdade vamos admitir, não conseguimos comer tudo. Foi uma experiência deliciosa, que adoçou o nosso final de semana maravilhosamente bem.

Felizes voltamos ao camping, batemos um papo gostoso com a Fran e o Lê que são os donos do eco park. A noite tomamos aquele banhão quente e fomos curtir a noite no Santo Espeto um barzinho e petiscaria super moderno com música ao vivo e gente bonita. O espaço é super animado, amplo com muitas mesas e cadeiras e possuem um cardápio bastante variado que vai desde os famosos espetinhos até porcões e lanches. O que nos chamou bastante a atenção foi o espetinho de shimeji que pedimos juntamente com o espeto de coração e o de berinjela, todos deliciosamente saborosos. Depois pedimos uma porção de batatas que era ENORME e muito gostosa. Uma noite super agradável em um barzinho que queremos voltar com certeza.

A noite estava muito gostosa bem menos frio que a anterior, voltamos ao camping e nos preparamos para acordar no dia seguinte e fazer as malas de volta pra casa.
Assim foi nosso final de semana em São Pedro, com muita tranquilidade e novas amizades!

 

Share This